Localizado em uma rua tranquila da Vila Mariana, o apartamento tem como principal característica
a abundância de luz natural e interligação dos ambientes.


O projeto procurou conciliar a originalidade do apartamento, a coleção de arte, assim como
garimpos adquiridos em viagens e peças de mobiliário de herança familiar misturados com peças ícones do
design brasileiro.

 

O piso em madeira restaurado se contrapõe as paredes brancas que por sua vez criam um pano de
fundo neutro e limpo para abrigar a especial coleção do casal. Os grandes panos de vidros que se abrem
para a varanda aumentam a sensação de não estar em um prédio e sim em uma casa. O paisagismo presente
no espaço bloqueia a visão dos edifícios em seu entorno e traz um pouco do verde para dentro da morada.

 

A iluminação segue a mesma preocupação do projeto, limpa, sem excessos, dosada na quantidade
ideal, criando um clima intimista e aconchegante.